sexta-feira, agosto 07, 2015

André Maurois


Seu nome era Emile Herzog, nasceu em 1885, na cidade de Elbeuf e faleceu em 1967, em Paris. Grande escritor francês, especialmente conhecido por suas biografias. Pertenceu a uma família de judeus da Alsácia, que se havia instalado na Normandia em 1871. A família tinha uma fábrica de tecidos. Seus primeiros estudos foram em Rouen (1897-1902), e depois que estudou Letras e Literatura passou a trabalhar no negócio familiar. Em 1912 se casou com Jeanne-Marie Wanda Szymkiewick. 

Participou da  Primeira Guerra Mundial, de início como um intérprete e, mais tarde como oficial de ligação dos franceses com o Estado Maior do exército britânico instalado em Somme.  Em 1918, ainda servindo o exército, publicou com o pseudônimo de André Maurois, Os silêncios do Colonel Bramble, uma obra que foi tão bem acolhida que o levou à decisão de ser escritor.

Desde o começo de sua carreira literária, suas histórias, ensaios e romances, alternavam-se com biografias. Em 1923 publicou Ariel ou La vie de Shelley, que teve excelente acolhida tanto pela profundidade com que trata o grande poeta inglês, como pelo estilo envolvente.

Mesmo quando publicou novelas de muito sucesso como Climats, em 1928; sua atividade como biógrafo, sempre se manteve muito intensa. Em 1927, com La vie de Disraeli, iniciou uma série que o deu a conhecer no mundo todo: Byron (1930), Lyautey (1931), Voltaire (1935), Edouard VII (1937) e Chateaubriand (1938).

Depois dessas excelentes biografias quase nada foi necessário para conquistar ainda mais leitores com as suas obras históricas. Todas elas escritas com precisão investigativa e profundidade de análise. Assim, em 1937 veio a tona  Histoire d'Angleterre; em 1943, Histoire des Etats-Unis ; e, por fim, em 1947 Histoire de France.

André Maurois recebeu em vida o respeito e a homenagem do mundo intelectual – como também a admiração do seu imenso número de leitores – e, entre outras distinções, foi membro do Française de Académie. Em 1938 e recebeu a Ordre National de la Légion d'Honneur (Ordem Nacional da Legião de Honra) uma condecoração instituída por Napoleão Bonaparte.Trata-se da ordem máxima da nação francesa, tendo um limite de apenas 75 membros vivos entre os grã-cruzes da ordem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...